Conheça João Arolê, o caçador cibernético do afrofuturo

Ontem, João Arolê sonhava se tornar astronauta; hoje, acordou aos gritos de mais uma noite de pesadelos.

João Arolê é o protagonista do romance “O Caçador Cibernético da Rua 13”, no qual apareceu pela primeira vez. Ele é o herói do universo afrofuturista conhecido como “Mundo Novo”.

O jovem é um homem melaninado, com traços característicos de um descendente do Continente, assim como todas as pessoas da metrópole voadora Ketu 3, a “Cidade das Alturas”. Alto e magro, possui dreads bem longos, chegando à cintura.

Arolê é um ẹmí ẹjẹ, a minoria agraciada com os dons especiais do “sangue dos espíritos”; ou seja, ele possui os super-poderes dos caçadores ancestrais, tais como velocidade e agilidade ampliadas, e sua principal característica: a habilidade de se teleportar à vontade.

João Arolê é filho de Bàbá Ọ̀ṣọ́ọ̀sì, o fundador de Ketu 3 e pai espiritual de grande parte dos habitantes.

Arolê trabalha como caçador de monstros, um “herói de aluguel” que oferece seus serviços, poderes e experiência para quem mais precisa. Ele caça os ajoguns, espíritos malignos e criaturas perversas que rondam as periferias da Rua 13.

No entanto, anteriormente, João Arolê atuava como um agente das forças especiais, um caçador assassino a serviço das Corporações… seus alvos eram os elementos corruptos da elite, e as “aberrações” superpoderosas que ameaçam a cidade.

7a119-1wpi5xvpyvh-fu9jeoc5kwg

João Arolê possui implantes cibernéticos. Seu braço esquerdo é uma peça de altíssima tecnologia, feito de milhares de serpentes tecnorgânicas – o que torna esse braço capaz de assumir as mais diversas formas. Já a metade direita de seu rosto é revestida com titânio; no lugar de um dos olhos, há um monóculo azul que analisa dados e movimentos com alta precisão, enquanto que no lugar da orelha direita há um botão capaz de sintonizar várias funcionalidades eletrônicas.

As tatuagens tribais esbranquiçadas que recobrem o lado direito do seu corpo… são algo sinistro, que lhe causa muitas dores e que ele prefere não comentar.

A banda predileta de Arolê é o bombastic soul metal dos Apọju Igbe, suas comidas favoritas são frutas doces como mangas e morangos, e seu passatempo mais prazeroso é ficar sozinho…

Atormentado por pesadelos todas as noites, o jovem João Arolê busca uma maneira de expiar seus crimes e compensar as mortes que causou no passado, agindo hoje como um herói que a população precisa… e sua grande oportunidade aparece quando uma série de assassinatos envolvendo pessoas importantes de Ketu 3 começa a se alastrar pela cidade; pelo visto, tais assassinatos teriam algo a ver com uma figura vingativa de seu passado pouco louvável…

E você que chegou até aqui, está questionando como tudo isso aconteceu com o João Arolê? Como perdeu seu braço, seu olho, seu sonho? O que é agora essa série de assassinatos de celebridades de Ketu 3? Tem realmente a ver com o passado mal resolvido do nosso herói? Então, para descobrir como segue a história do nosso herói, basta adquirir “O Caçador Cibernético da Rua 13“!

6c946-17b2ker0h1hsccqzi9iwcna

Ilustrações: Rodrigo Candido

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s