[Palavra Chave] Chuva de meteoros

Solicitado por Flavia Vianna

meteorshower_674548

A noite se avolumava no interior do organismo. A escuridão tateava pelos cantos, aflita, em busca da beleza perdida. Alternava as canções, pulava faixas, buscava as sensações de uma vida passada. As vidas que viveu ao longo dos anos, as mortes horríveis, os renascimentos dolorosos. A noite se expandia, sentindo falta do dia de eras atrás. A chuva estava a caminho, ela sentia, a chuva estava por vir e ia devastar com tudo. Onde diabos estava a beleza? Nenhuma canção anterior lhe trazia resposta, nenhum som de batida era capaz de balbuciar as pistas das quais ela tanto ansiava. Lembra-se de tempos atrás, uma vida mais inocente, umas andanças pelo bairro em que cresceu, o desejo de mudar de vida, de ser algo mais. Imaginava-se num outro patamar, numa fase completamente nova, na qual seria alguém de respeito, alguém digno de admiração, vivendo uma existência de riquezas e significado. Mas ela não está encontrando a beleza que nunca encontrou. A noite se desespera, o tempo está se esgotando. O quanto foi desperdiçado, em discussões infrutíferas, em autossabotagens lamentáveis, em procrastinações trágicas…? O tempo possui o seu próprio tempo, mas a noite não teve paciência: ela queria a beleza agora, para ontem, para ser alguém na vida, para ser uma existência digna de nota, para reencontrar o dia que ficou para trás um milhão de anos atrás. Só que jamais encontraria, enquanto repetisse os mesmos erros, as mesmas tolices, enquanto repetisse os mesmos vícios que a fizeram decair de sua alta posição. A chuva estava chegando, e não havia mais o que fazer, pois a noite havia fracassado… os meteoros caíram, pedras flamejantes maiores que uma montanha, uma tempestade de fogo e magma; os meteoros caíram para arrasar com tudo, uma vez que aquela existência precisava chegar ao fim. A noite havia de esperar o próximo renascimento, e teria de se contentar, pois seria uma existência completamente diferente – ao mesmo tempo em que seria igual.

E dessa forma, o dia nasceu.

Deseja solicitar uma palavra chave? Clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s