[Palavra Chave] Semiótica Metaclássica

Solicitado por Mariana Gomes

old mukaka3

O que significa ser um símbolo de esperança para o mundo?

Havia uma cor naquela pele. É o que se sobressai acima de tudo. A cor está bem ali, bem a vista, é o que primeiro se nota – quem diz que não vê cor terá algum problema de visão? Seria má fé? Ou seria a pretensão de ignorar significados históricos e profundos ao redor de todos os que possuem aqueles traços?

Há signos emotivos, poéticos, intuitivos e ancestrais representados pela cor daquela pele.

O que é que veio antes? Houve uma corrida para impor ao mundo inteiro uma falsa proeminência. Quais os sentidos de se dizer que veio antes? Qual o valor de impor que os que se parecem com você criou antes as bases de tudo de bom que você conhece hoje? Por que você tem de insistir que, ainda com falsa ternura pelos outros que você chama de “tribos” e povos, por que tem de insistir em impor signos mentirosos para justificar a tua supremacia?

Clássico. Clássico é o que veio antes. E o que veio antes não é o teu mármore pálido androcentrista que até hoje mancha este mundo.

A pele dela, que se sentou na cadeira, encheu o recinto de muitos significados. Por que tantos olhos brilharam? Por que tantos lábios tremeram? Por que mesmos os profissionais envolvidos se mostraram nervosos e ansiosos perante a mais velha sentada no trono? Por que tantos sorrisos de esperança e alegria?

Eu ia dizer: “na tradição da minha terra”. Infelizmente, para muitos, tal fala parece algo menor, “tribal”, “étnico”. O povo pálido jamais é chamado de étnico. Curioso. Pois bem, na tradição da minha terra, ou seja, na minha tradição, que provém da realeza mais antiga do mundo, os signos provêm das estrelas. Enquanto o povo pálido ainda se arrastava em cavernas, meu povo já havia catalogado os astros ancestrais do universo.

Os signos da minha civilização ou foram perdidos ou foram deturpados. Embranquecidos. Só que nós criamos primeiro tudo o que vocês conhecem hoje por artístico, científico, espiritual. Civilizado. Nós da nossa cor criamos primeiro.

E é por isso que quando a mais velha, da pele mais escura, do cabelo mais crespo, causou tantas emoções quando adentrou no recinto. Tamanho os significados que se esparramaram pela sala, signos que se avolumaram em cima de tantas emoções e poderes acumulados ao longo da história. Ainda que tenhamos sido traídos, usurpados e decaído de nossa alta posição, a pele não esquece. A pele jamais esquecerá.

Os significados da nossa pele são profundos. A melanina é que é a substância clássica do mundo.

Deseja solicitar uma palavra chave? Clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s