[Palavra Chave] Lugares surreais do rio de janeiro

cosmic_river_by_friendlyz0mb1e-d5i8ujc

Havia locais estranhos nas profundezas do rio em que começa todas as coisas.

Você consegue perceber? A realidade se transmutando e se convergindo para o gargalo do início? Consegue ouvir o coral de vozes que chora pelo teu nascimento? Consegue perceber? As partículas se aglomeram. Havia dúvidas, havia desconcertos, havia desesperos. Eu mergulhei nos desconfortos. Poderíamos tremer menos enquanto esperamos. Será que precisaríamos de remédios? Gostaria de poder me aprofundar um pouco mais. Será que conseguem sentir o meu ardor daqui? Será que olharão para a minha mente algum dia? Estás perdido, tateando nas águas multicoloridas de diversas vontades. Consegue ler essas emoções além do teu alcance? Eu queria ir um pouco além do básico. Mal arranhamos e já descartamos, não mostrou o suficiente, não damos chance, no primeiro sinal de deslize já jogamos fora para em seguida nos pormos a reclamar declarando que ninguém presta. Já assistiu a este episódio? Está se repetindo, enquanto você tenta preencher as suas incertezas com mais dúvidas. Quantas correntezas são necessárias para me tragar rumo aos maiores riscos? Quero que a minha pele seja rasgada pelas emoções pecaminosas de se entregar sem medo, porém nós calculamos e catalogamos nossos próprios amores e desejos. Você consegue se aprofundar nesse rio de desilusões? Consegue perceber que é aqui que tudo começa? Poderíamos nadar mais fundo, se você se dignasse a ir além da margem. Tem medo de se afogar?  Não quer se ferir outra vez? Ora, então porque você ainda respira? Não precisa ter medo de se iludir, pois a vida já está cheia de decepções. Só que há alegrias e descobertas nessas águas também. Você se dignaria por gentileza a se atirar? Pois nada mudará enquanto permanecer na segurança da margem… o rio da sua alma não correrá. É isso que você quer?

Prefiro mergulhar. Prefiro me arrebentar nas pedras da frustração para descobrir novos vales e novas correntezas. Prefiro chorar novas dores para conhecer novos amores. Respirar é desafio. Prefiro mergulhar. Prefiro me deixar levar pelas águas flácidas e macias que me levarão para dias desconhecidos. Atrás de mim, deixo as minhas lembranças. Um novo tempo está para começar, aqui, neste rio de onde começam todas as coisas.

Consegue perceber? Consegue transitar na imaginação da Serpente na Água que nadava pelo espaço desde o início do Universo?

Deseja solicitar uma palavra chave? Clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s