[Palavra Chave] Eis que

Solicitado por Vanderlei Egídio

Young African woman suffering from a terrible headache.

Eis que veio o início de todas as coisas. E nada mudou desde então.

Eis que acordamos prontos para comer e respirar, mas não para viver. Eis que vivemos sem a menor ideia do que estamos fazendo aqui. Eis que houve o início de todas as coisas, mas nenhuma dessas coisas se iniciou de verdade nos mistérios do mundo. Somos imitações de nós mesmos ou haverá algo além das patetices nas quais estamos atolados? Eis que houve dúvidas, houve muitos lamentos, choros medos logo ao acordar, eis que se borrou de medo do futuro. O que será amanhã se você não é nada hoje? O que acham de você se nunca demonstram e guardam para si? Você é realmente considerado por alguém ou apenas fingem que você vale alguma coisa por sentirem pena de você? Eis que você bate com a cabeça na parede, na esperança de rachar o crânio para que as angústias saiam todas de uma vez. Eis que você não faz ideia do que está fazendo aqui? Quem é você e que pretensão é essa de achar que um dia será alguém? Quem é você que acha que está sentado no trono da montanha mais alta do mundo quando na verdade se arrasta na lama da mediocridade comum a todos nós? Quem é você com esse drama tão exagerado de si mesmo? Simplório. Poderiam ser palavras mais simples. Só que fala muito. E ninguém liga. Eis que não houve diferença alguma. Este relato não fez diferença alguma para ninguém. Então feche a porta e recolha a sua insignificância. Apenas fique quieto e aceite que é inútil.

Eis que nada foi aprendido.

Eis que você cresceu, se formou, fingiu que estudou, fingiu que viveu, fingiu que aprendeu, eis que seu coração grita, eis que sua alma sangra, eis que você se dramatiza mas nada fez, eis que você se cobra sem realizar de verdade, eis que nenhuma diferença você fez para ninguém, eis que você jamais saiu realmente do lugar, eis que os anos passam e você se desperdiça, eis que você jamais criou nada de novo, eis que você jamais realmente acrescentou, eis que você jamais somou, eis que você nada aprendeu, eis que você se lamenta mas nada faz para mudar, eis que você finge que está vivo, eis que você finge que respira, eis que você não serve para nada, eis que você rasteja no mundo feito verme, dramatiza, exagera, dramatiza, exagera, nunca serviu para nada, eis que você se envergonha apenas por existir, eis que ninguém jamais saberá de verdade, nem mesmo você, ninguém vai ligar, você perde tempo, você se lamenta, ninguém vai saber, ninguém se importa. Nem mesmo você.

Eis que você é patético de dar nojo. E pena.

Eis que o fim chegará e ninguém nunca saberá.

Nem você.

Eis que o sol se pôs, e nada mudou no seu universo.

Eis que o futuro é realmente incerto, e você não tem nada a temer.

Deseja solicitar uma palavra chave? Clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s